A Culpa é das Estrelas – Resenha

Oi pessoal! Hoje era pra ser dia de Tau Farias, com seu conto; mas essa semana a Tau está impossibilitada [isso quer dizer que ela está absurdamente ocupada], e então não pode vir fazer seu post usual!

Eu disse à ela que tentaria manter o nível literário das nossas quartas-feiras, então decidi fazer a resenha de um livro que eu li há duas semanas mais ou menos!

1623695_215744788617224_1857930608_n

Prometo que não terá NENHUM SPOILER nesse post, então se você ainda não leu o livro: relaxa!

Vamos ser super sinceros, quem não ouviu falar desse livro ainda, provavelmente não gosta nenhum um pouquinho de ler! Porque este livro está sendo super comentado e super lido ultimamente!

Comecemos e não mais enrolemos então. Bom, o livro é simplesmente muito bom. Tem coisas que eu tiraria do livro, mas aí questão de gosto, princípio e enfim. Mas no geral, no todo, na soma de todos os pontos: o livro é muuuito bom!

Eu li num tapa! Acho que não chegaram a dois dias de leitura! Contando que eu tenho vida e não fiquei lendo o dia todo [hahaha] É uma leitura fácil, e quando digo isso não quero, de forma alguma, menosprezar o livro, dizendo que é pobre, que falta vocabulário, que não é rico em detalhes, sentimentos, expressões; apenas que a leitura é gostosa demais, logo, fica muito fácil! Além disso, a construção dos personagens é horrorosamente bem feita [neste caso, horroroso é algo bom hahaha]. De verdade, os personagens não parecem forçados, não parecem ter saído de um conto de fadas, de uma vida em segundo plano, surrealista, ou ser simplesmente aquele tipo de coisa que não existe no mundo. Muito pelo contrário, os personagens parecem ser seus vizinhos, seus amigos, gente que você conhece; gente que realmente existe [apesar de sabermos que é uma ficção, e o John Green faz questão de deixar isso beeem claro].

Os diálogos também são muito naturais, são divertidos e fluem de uma forma muito agradável; conforme você vai lendo, não sente que aquela conversa foi construída, pensada minimamente, e que tenham sido testadas várias palavras e frases até chegar na sua forma mais perfeita. Não! O que você sente é que as pessoas foram pensando e falando, numa conversa completamente normal!

Uma coisa absurdamente legal no livro são as características da Hazel e do Augustus [os principais da estória, que tem câncer, isso não é spoiler, todo mundo já sabe], porque eles não ficam o tempo todo lamentando da vida, eles são normais, sofrem com a doença? Claro! Mas nem por isso são menos inteligentes, ou menos engraçados, ou menos qualquer coisa! na verdade são muito interessantes, e muito cativantes! Enfim, é como está escrito na capa, algo como: ‘você vai rir, chorar e não vai querer que acabe!’ Quando o livro acabou, eu fiquei lendo até os agradecimentos, esperando que tivesse mais história! [rsrs] Enfim, vale SUUUUUPER ler esse livro!

Não esqueça de compartilhar e curtir nossa fan page: Z de Zoe

B de Beijos!!

 

P.S.: Apesar do sucesso de A culpa é das Estrelas, não espere que todos os livros John Green sejam assim! Porque eu li logo depois o Teorema Katherine e gente é MUITO RUIM! De verdade, não percam tempo nem dinheiro com esse livro, leiam duas vezes A culpa é das Estrelas e pronto! [rs] – o livro é ruim, não acaba nunca e você não para de torcer pra ele acabar, super chato, tudo que o outro não é, então #FicaaDica

Mari Mendes

para Coisa e Tau e Tau e Coisa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s